Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Experiência de Trabalho

Nenhuma experiência de trabalho?
Seis dicas que o ajudarão a conseguir um emprego sem que tenha experiência prévia.

Conseguir uma primeira vaga numa indústria ou mudar para uma nova área não é fácil, especialmente quando competimos com pessoas com experiência. Contudo, não é impossível, aliás, com muito trabalho muita ambição e confiança em si mesmo, pode mesmo vir a acontecer. Por isso, reunimos algumas dicas para o ajudar a preencher certas lacunas de experiência de trabalho no seu currículo para que consiga o emprego desejado.

Use tools like LinkedIn and Twitter to improve your network

1. Conheça a indústria 

Conhecimento é poder, portanto faça do seu cérebro uma esponja e absorva todas as informações possíveis e notícias que conseguir encontrar sobre a indústria e o tipo de função que está à procura. A paixão ajuda muito a demonstrar por que merece uma chance. 

2. Imerja-se na indústia e tenha uma opinião  

Siga lideres de opinião influentes no setor, empresa e função em que deseja trabalhar no Twitter e no LinkedIn. Junte-se a grupos relevantes, siga blogs e inscreva-se em fóruns. Publique respostas às perguntas e comece a divulgar o seu nome e as suas opiniões - será um grande passo para mostrar a sua paixão e conhecimento em vários assuntos. Ser capaz de expressar a sua opinião com confiança é uma habilidade valiosa em qualquer função, mas é a chave para demonstrar compreensão e conhecimento na ausência de uma experiência sólida. 

3. Construa o seu caminho para o trabalho 

Pesquise o caminho que as pessoas usualmente percorrem para conseguir o emprego ideal, conecte-se com pessoas por meio de ferramentas como LinkedIn e Twitter, e procure por um estágio, remunerado ou não para melhorar a sua rede de contactos e adquirir experiência. 

4. Identifique as competências de que precisa  

Faça uma lista de todas as competências mais importantes para a função que procura (e listadas em anúncios de emprego). De seguida, faça uma lista das suas próprias competências: técnicas e conhecimentos informáticos, comunicação, solução de problemas e pesquisa ou gestão. Use exemplos de quando demonstrou essas competências com sucesso para contar uma história onde demonstre que tem o que é preciso para ter uma hipótese. Por exemplo, se liderou uma campanha bem-sucedida de estudantes na universidade, inclua isso no seu currículo. Ou se já tiver ocupado uma posição de voluntário que tenha usado essas competências, inclua-a também.  

5. Faça voluntariado 

Junte-se a sociedades do setor, seja voluntário e candidate-se a estágios e a experiências de trabalho em tantos lugares relevantes quanto possível, pois apenas não ganhará uma experiência valiosa, como construirá uma rede e terá maior conhecimento sobre o sector e possíveis contactos importantes para o futuro. Depois de entrar, fique atento para assumir responsabilidades, demonstrar as suas competências e liderar projetos ou iniciativas.       

6. Candidate-se/peça por uma entrevista 

Se não perguntar, não vai conseguir. Seja honesto e aproveite a oportunidade para mostrar o quanto merece uma chance. É bem mais provável que consiga convencer um manager a contratá-lo se conseguir identificar o que está certo e demonstrar por meio de exemplos, por que tem a experiência relevante para fazer o trabalho. Seja confiante nas suas competências - qualquer recrutador respeitará a sua paixão e o seu esforço e isso é meio caminho andado.